Relatório Anual 2016

QUEM SOMOS

A Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), uma organização sem fins lucrativos, é a principal entidade representativa do setor bancário brasileiro. Seu quadro de associados conta com 121 instituições financeiras, que respondem por 93% do patrimônio líquido e 97% dos ativos totais de todo o segmento no Brasil. G4-3 | G4-6 | G4-7 | G4-8 | G4-9



Missão

G4-56

Contribuir para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País, representando os seus associados e buscando a melhoria contínua do sistema financeiro e de suas relações com a sociedade.

Visão

G4-56

Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico, social e sustentável do País.



Valores

G4-56

  • Promover valores éticos, morais e legais
  • Valorizar as pessoas, o trabalho e o empreendedorismo
  • Incentivar práticas de cidadania e responsabilidade socioambiental
  • Atuar com profissionalismo e transparência
  • Defender o diálogo, o respeito e a transparência nas relações com clientes e com a sociedade
  • Valorizar a diversidade e a inclusão social

Com sede na cidade de São Paulo, a FEBRABAN tem entre seus objetivos permanentes representar seus associados em todas as esferas do governo, interagir com autoridades e instituições na elaboração e no aperfeiçoamento do sistema normativo, desenvolver iniciativas para melhorar a produtividade do setor bancário e direcionar esforços para viabilizar o acesso da população a produtos e serviços financeiros, contribuindo, assim, para o fortalecimento do mercado e o crescimento do País. G4-5 | G4-8

Ressalta-se que, em consonância com princípios de ética e integridade, a FEBRABAN mantém o Programa de Conformidade, que visa estabelecer regras de conduta para o cumprimento do disposto na Legislação Brasileira de Defesa de Concorrência, bem como identificar prontamente eventuais distorções, o que possibilita adotar prontamente as medidas necessárias.

O Manual de Conformidade com a Legislação Brasileira de Defesa da Concorrência, lançado em 2016, contém aspectos que ressaltam a importância do compliance na prevenção de infrações concorrenciais e o comportamento esperado dos colaboradores da FEBRABAN e de seus associados no que diz respeito às atividades da Federação. G4-56

Principais produtos e serviços

G4-4

  • Elaboração de estudos e notas técnicas relativas aos projetos de lei no Congresso Nacional
  • Coordenação de iniciativas judiciais para a defesa do setor
  • Posicionamento nas mídias sobre temas de interesse dos associados e da sociedade
  • Representação dos bancos com as autoridades e entidades nacionais e internacionais
  • Elaboração, divulgação e discussão com os reguladores de propostas que visam à eficiência do sistema e à minimização dos seus riscos
  • Divulgação de informações sobre produtos e serviços bancários
  • Coordenação de estudos, pesquisas e iniciativas que visem à melhoria da imagem do setor, do atendimento e das relações com os consumidores
  • Implantação e gestão da autorregulação dos bancos
  • Implantação de ações de responsabilidade social, sustentabilidade e de inclusão social
  • Capacitação dos associados
  • Realização de eventos de interesse dos associados e da sociedade
  • Negociação do Contrato Coletivo de Trabalho do setor

Planejamento estratégico

G4-2 | G4-14

O planejamento estratégico anual envolve a definição de temas estratégicos, projetos, orçamento e metas.

A primeira etapa do processo consiste na definição dos temas estratégicos pela Diretoria Executiva e sua aprovação pelo Conselho Diretor.

Desse processo, resultaram sete temas estratégicos para a atuação da FEBRABAN em 2017:

  • Melhoria do ambiente de crédito
  • Tributação do sistema bancário
  • Relações trabalhistas
  • Planos econômicos e índices de correção monetária
  • Imagem pública do setor
  • Regulação prudencial
  • Impacto da revolução digital no negócio bancário

Uma vez definidos os temas estratégicos, inicia-se a etapa de planejamento detalhado dos projetos e do orçamento da FEBRABAN. Tal planejamento é liderado por uma diretoria da entidade com o apoio de um fórum técnico (Comissão Técnica, Subcomissão ou Grupo de Trabalho).

Os projetos são priorizados com base em quatro critérios: alinhamento estratégico, benefícios, mandatoriedade e complexidade de implantação.

A Diretoria Executiva revisa o planejamento de projetos e a proposta de orçamento a fim de estabelecer o portfólio a ser considerado no planejamento estratégico.

Como última etapa do processo, são estipuladas metas para a FEBRABAN e cada uma de suas diretorias.

Temas estratégicos, projetos, orçamento e metas são submetidos para a aprovação do Conselho Diretor.

Uma vez concluído o planejamento, todos os projetos são continuamente monitorados e reportados em reuniões das Comissões e da Diretoria Executiva.

Confira ao lado o fluxo do planejamento estratégico:

Públicos de Relacionamento

G4-24

Parcerias e compromissos

G4-15 | G4-16

A FEBRABAN participa como membro de associações e organizações nacionais ou internacionais relacionadas ao seu setor de atuação e/ou mantém parcerias e compromissos que defendam temas comuns. Entre elas, destacam-se:

  • Federação Latino-Americana de Bancos (FELABAN), na qual representa o setor financeiro brasileiro, o maior da região, em vários comitês.
  • Comitê Gestor do Cadastro Empresa Pró-Ética, responsável por analisar pedidos de inclusão de empresas no cadastro e deliberar sobre a admissão, bem como promover atualização dos requisitos para integrá-lo.
  • Conselho Consultivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, que mantém o compromisso de aumentar capitais intermediados pelo setor financeiro global para uma economia de baixo carbono.
  • Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef), no qual o objetivo é definir planos, programas e ações e coordenar a execução da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF).
  • Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro (ENCCLA), a principal rede de articulação para o arranjo e discussões em conjunto com diversos órgãos de diferentes esferas para a formulação de políticas públicas voltadas ao combate desses crimes.
  • Institute of International Finance (IIF), que reúne representantes da indústria financeira, de seguradoras, escritórios de advocacia, consultorias e reguladores, entre outros, de todos os países do mundo.
  • International Banking Federation (IBFed), que agrega bancos da Europa, Ásia, África, Oceania, América do Norte e América do Sul – o Brasil é o único país convidado a participar dessa federação.
  • Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), que reúne diversas instituições, como bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras.
  • Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Média Empresa (Sebrae), que tem, entre suas atividades, planejar, coordenar e orientar programas técnicos, projetos e atividades de apoio às micros e pequenas empresas, em conformidade com as políticas nacionais de desenvolvimento, particularmente aquelas relativas às áreas industrial, comercial e tecnológica.




Diálogos com a sociedade

G4-25 | G4-26 | G4-27

A FEBRABAN busca estar sempre próxima de seus stakeholders por meio de canais de informação e interação, da participação e realização de eventos, da condução e divulgação de estudos e estatísticas do setor bancário, entre outros.

O Portal FEBRABAN na internet tem a função de aproximar a instituição de seus associados por meio da prestação de serviços e compartilhamento de informações e orientações, bem como divulgar atuação do setor bancário no mercado e possibilitar melhor atendimento e esclarecimento do público demandante.

A FEBRABAN realiza diversos eventos por ano com a abordagem de temas de interesse de seus associados e demais públicos, como reguladores, economistas, acadêmicos, advogados, administradores, profissionais de tecnologia da informação e especialistas em suas áreas de atividades.

Alguns deles, como o Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (Ciab), são reconhecidos como fóruns de excelência na discussão dos temas mais importantes e atuais e como palco de lançamento das principais soluções disruptivas de seus setores.

Outros, como o Seminário de Relacionamento com Clientes (Semarc), o Congresso Internacional de Gestão de Riscos e o Congresso de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e ao Financiamento do Terrorismo, vêm se firmando ano após ano e atraindo um público cada vez mais qualificado e diversificado.

Em 2016, a FEBRABAN promoveu 35 eventos, com 22.241 participantes, que contribuíram para o fortalecimento de sua imagem e do setor que representa. As palestras realizadas e autorizadas para divulgação estão disponíveis em portal.febraban.org.br/eventos.

A equipe de eventos da FEBRABAN trabalha incessantemente em busca da excelência e dos melhores resultados. Após o término dos eventos, realiza pesquisas que buscam avaliar a percepção dos participantes quanto ao conteúdo técnico e à organização, bem como planejar ações de melhoria para as futuras edições. Em 2016, 96% do público avaliou os eventos como ótimo e bom. G4-PR5

Em 2016, após sua modernização, o Portal Febraban atingiu 405 mil acessos ao mês, crescendo 138% em relação ao ano anterior (170 mil acessos/mês).


O 26º Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (Ciab) contou com três mil congressistas, mais de 17 mil visitantes e 224 palestrantes, tendo debatido temas como a “Cultura digital transformando a sociedade” e a “Experiência do usuário”, entre outros de interesse do setor